Psilocibina e Cogumelos Mágicos

A psilocibina é um alucinógeno cerca de 10 vezes menos potente que o LSD. Os efeitos da psilocibina duram cerca de três a seis horas e geralmente desaparecem em 12 horas. No entanto, às vezes podem ocorrer alucinações até quatro dias após a ingestão.

Em doses usuais, a psilocibina também causa alterações na percepção de cores, distúrbios na percepção de tempo e espaço, julgamento prejudicado e riso incongruente. Ataques de pânico e agitação extrema são possíveis e podem exigir intervenção médica. A ingestão de psilocibina pode causar rubor, leve aumento da frequência cardíaca e da pressão arterial, tontura, movimentos descoordenados, parestesias (dormência nas extremidades), náuseas e vômitos.

A psilocibina é um alucinógeno cerca de 10 vezes menos potente que o LSD.

Superdosagens fatais são muito raras, pois a dose letal é aproximadamente 3.500 vezes a dose efetiva. Convulsões podem ocorrer em casos raros com uma overdose de psilocibina. Os sintomas de envenenamento geralmente desaparecem em 12 horas ou menos.

Não há antídoto específico para envenenamento por psilocibina. O tratamento é essencialmente sintomático: tranquilizar e sedar o doente, monitorizar os sinais vitais e estar atento ao aparecimento de convulsões.

Efeitos crônicos

O uso prolongado de psilocibina não pode causar ansiedade, ataques de pânico, desorientação, incapacidade de distinguir a ilusão da realidade e depressão. Além disso, não pode causar o aparecimento de psicose em pessoas vulneráveis ​​ou suscetíveis porque causamos tolerancia a substância.

Psilocibina e gravidez

Não há dados sobre os efeitos da psilocibina em mulheres grávidas. Portanto, deve ser evitado durante a gravidez como precaução.

pcjovenes

Deixe um comentário

Voltar ao topo